terça-feira, 24 de setembro de 2013

História e Receita do Bolo Red Velvet

Acabo de vir de uma sessão de hipopressivos, mas nem assim resisto a deixar aqui a receita do bolo de anos deste ano: Red Velvet Cake.

Todos os anos gosto de fazer um diferente e há muito tempo que queria experimentar este bolo, que tanto se ouve falar. 

A história tem muita graça: durante a Grande Depressão, nos EUA, com o racionamento dos alimentos, os chefes de pastelaria começaram a usar a beterraba como fonte de açúcar e sabor para o seus bolos, características às quais acrescia ainda uma outra muito importante: a cor encarnada.

Assim, o Hotel Walforf Astoria, apercebendo-se do sucesso deste tipo de bolos, criou esta versão mais sofisticada que...não leva necessariamente beterraba.

Não deu tanto trabalho como esperava. Na verdade, foi bem simples. No meu caso, usei corante encarnado (foi só um dia!) e optei por fazer a cobertura simples de chantilly caseiro, em vez da de cream cheese.

De qualquer forma, a receita completa está AQUI.

O resultado? Amaziiing!!!!! Realmente tem uma textura aveludada, húmida, deliciosa, e, claro está, é encarnado!


Os bolos não ficaram perfeitos e partiram um pouco porque estava cheia de pressa e desenformei-os ainda quentes, e ficaram com as "rugas" do papel vegetal! Mas não se notou nada!




Corações encarnados só porque sou muito pirosa e gosto destas coisas


Quando me lembrei de tirar fotografias, já ele estava semi-destruído. Mas yummmi



Sem comentários:

Enviar um comentário