quarta-feira, 4 de julho de 2012

Dicas para quem não gosta de Chá Verde

Boa parte do meu lado da Família nasceu em Goa, quando pertencia à Índia Portuguesa, porque os meus antepassados, por diversas razões, foram chamados da metrópole para lá. 
Daqui resulta um cultura belíssima e muito rica, que absorvo continuamente desde que nasci.





Aliás (e espero que nenhum pediatra esteja a ler isto), dado que eu não bebia leite, o meu biberão estava sempre cheio era de chá preto.

Um das coisas a que me habituaram desde pequena foi a beber chá. 
Chá preto. 





Como se fosse um ritual, sobretudo de mulheres, mas também de homens. O chá, em casa dos meus avós, faz-se com arte, com cuidado, e à volta dele nascem conversas intermináveis.


O chá que eu bebia vinha sempre com açúcar. Donde me tornei um grande apreciadora de chá. Com açúcar, claro. 

Mas eis que entra a Dieta da Cate em cena, e não só o açúcar foi mandado para o espaço, como também o chá de eleição passa a ser o chá verde, que tem inúmeras propriedades benéfica para o organismo e, em especial, para a perda de peso pois ajuda a acelerar o metabolismo e a desintoxicar, facilitando a digestão. 

 

Ora eu não gosto de chá verde. Direi mesmo que é o único tipo de chá que não me entra e, sem açúcar, ainda pior. Mas o plano da Dra Maria Ana inclui 1 litro de chá verde por dia. 

O que fazer, então?


1) Fazer o chá de véspera, aromatizá-lo com 1 pau de canela e raspas de limão ou outras ervas (flôr de laranjeira, etc), pôr no frigorífico ou congelador e no dia seguinte beber ao longo do dia.

Nestes dias de calor, sabe tão bem....!


2) Comprar um chá verde da Tetley com embalagem verde escura, forma paralelepípedo, que não vejo imagem nenhuma na Internet, mas que vendem no Pingo Doce.
Não é o Tetley normal, é um Tetley chá verde que vem aromatizado com bergamota, numas saquetas redondas. É beeem melhor que o chá verde simples.

3) Aprender a fazer chá verde. O problema é que a maioria das pessoas acha que o chá verde, à semelhança dos outros chás, deve ser adicionado à água no ponto de ebulição, mas nada de mais errado. Se assim for, o chá adquire um gosto amargo.
O chá deve ser adicionado à água antes de ferver e o tempo de infusão não deve ser superior a 3 minutos.
Garanto que com estas soluções se torna mais fácil beber o chá verde...e depois até passamos a não desgostar tanto...

1 comentário:

  1. estou maravilhada com o teu blog querida amiga! como é que com tudo o que tens para enfrentar no dia-a-dia, a família, a faculdade, a casa, ainda tens não só a força de vontade de fazer esta dieta que te deve custar horrores, como depois a transmites de uma forma tão alegre e inteligente!!! serei sem dúvida uma seguidora atenta!! pode ser que me dê jeito para o ano que se avizinha!!!

    beijos da tua afilhada!!

    ResponderEliminar